Zé Roberto define lista olímpica após cortar Camila Brait, Tandara e Roberta

O grupo que vai em busca do tricampeonato olímpico está definido. Nesta segunda-feira, José Roberto Guimarães anunciou os cortes de Camila Brait, Tandara e Roberta. Assim, resolveu as dúvidas que tinha para a lista final e fechou os 12 nomes do grupo olímpico.

Camila Brait em ação no Grand Prix (Foto: FIVB)
Camila Brait em ação no Grand Prix (Foto: FIVB)

Camila Brait sofre, então, seu segundo corte às vésperas de uma Olimpíada. Em Londres, a líbero chegou a viajar para os Jogos, mas deu lugar a Natália, que, à época, ainda buscava sua melhor forma após passar por uma cirurgia. Após a aposentadoria de Fabi da seleção, a jogadora parecia presença certa na lista final.

No entanto, Léia cresceu muito de rendimento durante o Grand Prix. Na conquista do 11º título da seleção, foi um dos destaques e acabou ganhando a corrida em busca de uma vaga no grupo.

Campeã olímpica em Londres, Tandara lidou com lesões pelo caminho ao Rio. Na fase final do Grand Prix, sofreu um estiramento muscular e não entrou em quadra. Na competição, Gabi atuou como oposta durante as inversões 5 por 1. Elogiada pelo passe, a jovem jogadora deu uma nova opção ao treinador. Diante dos problemas físicos de Tandara, optou por ir aos Jogos com apenas uma oposta de origem.

A opção abriu vaga no meio. Em uma disputa intensa durante todo o Grand Prix, Juciely e Adenízia encheram Zé Roberto de dúvidas. O técnico chegou, inclusive, a testar Adenízia como oposta. Com o corte de Tandara, não precisou cortar nenhuma das duas, que se juntam a Thaísa e Fabiana como centrais nos

Jogos.

Roberta, por outro lado, era um corte praticamente certo. Apesar das boas atuações da levantadora no Grand Prix, Zé nunca escondeu a espera por Fabíola, que recuperava a forma física após dar à luz a Annah Vitória, sua segunda filha. Após a conquista do título em Bangcoc, o treinador afirmou que conversaria com a veterana quando voltasse ao Brasil para saber de suas condições. Durante o período, Fabíola ficou em Saquarema, treinando com o Wagão, técnico da equipe sub-23.

Comentários

comentários