Zé Pequeno é morto com golpes de facão e pedradas

O peão de fazenda Luciano da Silva, mais conhecido como “Zé Pequeno” foi morto com vários golpes de facão e pedradas, na noite da última terça-feira (19), em uma propriedade rural na região do Córrego Barreiro, na zona rural de Camapuã.

Foto: Coxim Agora
Foto: Coxim Agora

Conforme informações policiais, Silva foi agredido e depois morto pelos colegas de trabalho Alexandro Flores dos Santos, mais conhecido como “Lagoa” e Erisvaldo Soares Macedo apelidado de “Bruno”.

Segundo o site Coxim Agora, os autores confessaram que trabalharam durante todo o dia e após as 18 horas começaram a ingerir bebida alcoólica, por volta de 23 horas “Zé Pequeno” se retirou do local de onde eles estavam.

Ainda de acordo com os autores, num determinado momento, eles observaram que a vítima estaria cometendo um furto na sede da fazenda e começaram a agredi-lo com socos e pedradas.

A vítima teria revidado as agressões foi quando “Bruno” foi até o galpão, pegou um facão e passou a golpear a vítima várias vezes, enquanto isso, “Lagoa” desferia as pedradas. Um dos autores acabou degolando a vítima no ato. Sem poder se defender, a vítima acabou morrendo no local.

Com medo de serem presos, os autores contaram que pegaram uma corda, amarraram a vítima pela perna e a puxaram até próximo um córrego com o objetivo de ocultar o corpo.

A Polícia Civil do município foi acionada e no local confirmaram o crime. Peritos do Núcleo Regional de Perícias de Coxim foram até o local para realizar os procedimentos cabíveis para as investigações. O corpo da vítima foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) de Campo Grande.

Num primeiro momento, os autores do homicídio tentaram fugir, mas ficaram com medo e permaneceram na propriedade onde foram presos em flagrante.

Comentários

comentários