Voltou: Guedes diz que vai enterrar modelo econômico social-democrata

Patrícia Penzin

Guru e futuro ministro da Fazenda do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), o economista Paulo Guedes diz que vai implementar um programa acelerado de privatizações e controle do gasto público e enterrar de vez o modelo econômico da social-democracia.

“O Brasil tem 30 anos de expansão de gastos públicos descontrolados (…) Esse modelo econômico corrompeu a política, subiram os impostos, subiram os juros, nos endividamos numa bola de neve”, disse Guedes à imprensa no Rio de Janeiro.

O ultraliberal disse que “o modelo social-democrata é ruim, somos prisioneiros do baixo crescimento, temos impostos altos, temos juros muito altos, comercializamos com poucos países”, declarou.

Entre as primeiras medidas anunciadas para controlar os gastos públicos anunciadas por Guedes está a reforma da Previdência. Também “vamos acelerar as privatizações porque não é razoável o Brasil gastar 100 bilhões de dólares pelo menos em juros da dívida”.

Segundo Guedes, o plano econômico de Bolsonaro também prevê uma reforma do Estado e uma simplificação e redução de impostos.

Comentários