Volkswagen admite que 11 milhões de carros têm software que frauda testes

A Volkswagen admitiu nesta terça-feira (22) que o dispositivo para fraudar os resultados dos controles de dados de emissões poluentes foi instalado em 11 milhões de veículos em todo o mundo, em várias marcas de seus automóveis.

22volks

A montadora alemã, cuja ação operava em queda de mais de 20% na Bolsa de Frankfurt, anunciou ainda que reservou 6,5 bilhões de euros no terceiro trimestre para enfrentar as potenciais consequências do escândalo, revelado na semana passada nos Estados Unidos.

France Presse

Comentários

comentários