Vizinha mata Pit Bull que sempre atacava seus animais de estimação

No final da noite de ontem (30), diversas pessoas comunicaram à Polícia Militar de Três Lagoas sobre a morte de um cachorro da raça Pit Bull que havia sido abatido com um tiro de espingarda.

Foto Tl Notícias
Foto Tl Notícias

Diante a denúncia, uma equipe foi designada para ir ao local – Rua Jorge Elias Seba, nas proximidades da Avenida Rosário Congro no bairro Jardim Alvorada – e em contato com M.R.T.S. de 43 anos, foi relatado que o cachorro havia sido morto após ser espancado.

Segundo a acusada em agredir o cão, o Pit Bull sempre escapava da residência de seu proprietário e atacava os cachorros da vizinhança.

A testemunha ainda revelou que, como de costume, novamente o Pit Bull fugiu e atacou seu cachorrinho e, para fazê-lo soltar de seu animal de estimação, foi obrigada a utilizar um pau para bater no Pit Bull e diante as agressões, resultou na morte do cachorro.

A autora relata que foi até a casa do responsável pela guarda do cachorro agressor e informou o acontecido e logo depois colocou o animal morto num saco e jogou dentro do Rio Paraná no bairro Jupiá.

ABATIDO A TIROS

Segundo algumas pessoas ligadas à proteção e animais em Três Lagoas, o foi morto com um tiro de espingarda cartucheira. A polícia efetuou diligências na região para tentar encontrar o armamento, mas a mesma não foi encontrada com as pessoas indicadas em matar o cachorro.

O corpo do Pit Bull também não foi localizado. O caso gerou revolta entre as protetoras de animais que manifestaram sua revolta nas redes sociais.

A mulher acusada em matar o cão foi qualificada na ocorrência policial e terá que comparecer no Fórum local em dia e hora agendadas para as medidas cabíveis.

Comentários

comentários