Vitima de roubo descobre produto na OLX e consegue prender ‘receptadora’

Lúcio Borges

A receptação é crime, mesmo que um ‘cidadão de bem’ adquira algo roubado sem, em tese, saber que o produto é ilícito, apesar de que na maioria das vezes, a aquisição é num valor abaixo ao seu real valor. Com isso, uma mulher de 28 anos, acabou sendo presa em casa na noite desta terça-feira (10), no bairro Guanandi. Ela foi pega, após publicar um anúncio no site OLX de um violão que tinha sido roubado no último dia 18, em Campo Grande. O instrumento é avaliado em R$ 2 mil, que foi levado junto do carro da vítima no mês passado.

O denunciante procurou a Policia, no Garras após ver o objeto sendo anunciado no site de vendas e ela que estava ‘vendendo’ o violão, negociou e marcou de mostrar o objeto no início da noite de ontem. Os policiais foram até o local para fazer a abordagem da mulher. “Ela inicialmente disse ter comprado o violão para dar de presente para seu marido, que não gostou, e por isso, estava vendendo”, apontou policiais do Garras.

Contudo, após ela disse ter comprado de um homem conhecido como ‘Magrão’, e que sabia que estava preso em Terenos, mas a compra teria sido realizada antes da prisão do suposto vendedor.

Com isso, os policiais confrontaram a informação e afirmaram para ela que os fatos narrados não conduziam com a verdade, já que ‘Magrão’ foi preso às 7 horas da manhã daquele dia do roubo a vitima, dono do violão, no dia 18 de junho.

Mudou pela terceira vez

A mulher, após os policiais falarem do então acontecido, mudou novamente a versão. A terceira ‘conversa’ e contou que na realidade o violão foi dado a ela para que fizesse a venda de uma pessoa conhecida por ‘Capetinha’, mas não teria dito antes por medo, já que ele era conhecido no bairro por ser violento.

A mulher foi levada para a delegacia e autuada por receptação.

Comentários