Vídeo: Rio Dourados transborda e invade residências em Fátima do Sul

Desde a semana passada á água sobe, mas desta vez foi mais intensa. A família de Paulo Ramão, 43 anos, mora na entrada da cidade. Ele conta que não dormiu na madrugada temendo a água do rio invadir as casas.

“Era por volta das 3h quando a rodovia começou a encher e em minutos tomou o meu quintal e dos demais vizinhos”, conta ele, que em dezembro lacrou a porta da frente e criou barreiras para evitar inundação na casa.

Agora a água do rio adentra pelo portão, passa entre a casa e forma um gigante açude num local antes destinado a pasto. “Tem mais de três metros de profundidade”, acredita.

Se as chuvas continuarem a ponte sobre o rio Dourados, na MS 376, pode ser tomada pela água. “Há essa possibilidade e estamos em sinal de alerta”, diz o secretário de obras Luis Carlos Martins.

A cheia do rio Dourados é uma atração na cidade, tanto pelos moradores como para quem passa por Fátima do Sul. É a maior cheia da história. Para o secretário Luis Carlos, é necessário a construção de um sistema de canalização de água de um lado da MS 376 para o outro.

“O rio, do lado direito para quem chega na cidade, transborda e acumula de um lado da pista. Conforme vai transbordando essa água encobre a pista e invade demais casas. Se tiver essa vazão o problema será amenizado”, propõe o secretário. Ele não estima o valor da obra, mas a prefeitura mantém contato com o governo do estado para conseguir verba. (Com Informações Dourados Agora)

Comentários

comentários