Vídeo: Prefeitura de Navegantes decreta situação de emergência após ressaca

Depois da ressaca que atingiu Santa Catarina e causou estragos, a prefeitura de Navegantes, no Litoral Norte, decretou situação de emergência na tarde de segunda-feira (31). De acordo com a administração, o decreto foi enviado ao governo federal para obtenção de R$ 1,985 milhão para reconstrução da estrutura da Praia do Gravatá, uma das mais conhecidas da região.

Em Baleário Rincão, no Sul do estado, a prefeitura também decretou situação de emergência para obter R$ 400 mil para reparar os danos causados pela ressaca. A Defesa Civil de Santa Catarina divulgou na segunda-feira que a ressaca que atingiu o estado de sexta (28) a domingo (30) causou prejuízos em ao menos 15 municípios.

Conforme a prefeitura de Navegantes, a ressaca deixou um rastro de destruição na área de restinga, que não tem proteção de dunas e vegetação. No local, o deck de madeira e a estrutura de sustentação foram destruídos pela água, que arrancou pedras e concreto levados até o calçadão pela força do mar.

Foram destruídos ainda o calçadão para caminhada e um estacionamento, além de parte da iluminação pública. O mar causou erosão próxima a construções que correm o risco de desmoronar. Conforme o município, uma academia popular ao ar livre, uma cancha de bocha, uma área para vôlei de areia e um parque infantil também foram destruídos.

Segundo a prefeitura, a maré levou areia para a tubulação das ruas próximas à praia, o que exigirá a troca dos tubos. O rio das Pedras e o rio Gravatá também foram assoreados pela ressaca, o que exigirá a dragagem para remoção da areia do fundo do manancial.

Pedras de estacionamento e calçadão foram arrancados (Foto: Prefeitura de Navegantes/Divulgação)
Pedras de estacionamento e calçadão foram arrancados (Foto: Prefeitura de Navegantes/Divulgação)

 

A expectativa da administração é de que os recursos sejam liberados em tempo de fazer os reparos até o início da temporada, quando a população local triplica com a chegada de turistas.

Informações do G1 Santa Catarina

Comentários

comentários