Vídeo mostra momento em que jovem é atropelado na faixa de pedestres na Ceará

A polícia obteve imagens de câmeras que captaram o atropelamentoe morte do jovem Moisés Luis da Silva, 22 anos, nesta quinta-feira (26), na avenida Ceará, em Campo Grande.

O delegado Mário Donizete, responsável pelas investigações, disse que a velocidade do veículo UP, dirigido por Alderson Fante da Silva, 33 anos, “chamou a atenção” e agora a perícia deve apontar se o suspeito dirigia rápido demais para a via.

“As imagens já foram encaminhadas para perícia e estão sendo analisadas. No caso do motorista, ele não falou nada que o comprometesse: disse que não bebeu, não estava em alta velocidade, não viu ninguém e também estava voltando pra casa. O suspeito estava acompanhado do advogado e foi bem vago ao responder os questionamentos, inclusive falou que não fez o teste do bafômetro porque não quis”, afirmou o delegado.

Logo após o acidente, ainda conforme Donizete, Alderson justificou que “foi embora ao sentir medo do ocorrido”. “O delegado que fez o flagrante trabalhou com o que ele tinha em mãos. Agora nosso trabalho é localizar mais testemunhas e também obter os exames periciais”, comentou.

A perícia técnica da Polícia Civil vai averiguar os vídeos para calcular a qual velocidade Alderson conduzia o UP. A vítima foi lançada a 55 metros e morreu antes mesmo que pudesse ser encaminhada ao pronto-socorro. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas pôde apenas atestar o óbito do jovem.

Segundo o delegado, Alderson responde por dois crimes. O principal é homicídio culposo qualificado por embriaguez ao volante, agravado pelo fato de não ter prestado socorro ao rapaz e por tê-lo atingido na faixa de pedestre. Também será indiciado por fugir do local.

Comentários