VÍDEO: Furioso, homem divide carro que tinha com a namorada em dois após término

Lista ainda inclui um iPhone 5, um Macbook e até mesmo um ursinho de pelúcia. Metade do alemão é vendida na Internet

Alemanha – Términos de relacionamento podem ser um tanto conturbados e esse não deixou de ser o caso de um alemão que ao perder sua “metade”, decidiu literalmente repartir os bens dos dois. Identificado como “der.juli” no site eBay, o homem cortou pela metade todos os objetos que tinha em conjunto com a ex Laura, inclusive um carro. A lista inclui ainda um iPhone 5, um Macbook, uma TV Samsung e outros. Segundo ele, a ex recebeu sua parte pelos correios e agora a sua é anunciada na Internet.

 Alemão não poupou nem o carro Foto: Reprodução Internet

Alemão não poupou nem o carro Foto: Reprodução Internet

O caso é tão surreal que alguns jornais destacam que talvez não passe de uma “pegadinha”, afinal, vingança é um prato que se come frio, mas fica difícil quando não se tem a outra metade dele.

Para saciar a curiosidade de muitos, existe até um vídeo no YouTube que mostra o alemão usando ferramentas poderosas para dividir tudo em duas partes — “Para Laura”. Sarcástico, ele comentou: “Muito obrigado por 12 ‘lindos’ anos, Laura!!! Você realmente mereceu metade. Saudações ao meu sucessor”.

Fãs da Apple foram ao delírio vendo vídeo de iPhone e Macbook repartidos ao meio Foto:  Reprodução Internet
Fãs da Apple foram ao delírio vendo vídeo de iPhone e Macbook repartidos ao meio
Foto: Reprodução Internet

A metade do carro que pertence ao homem entrou à venda por 2 euros (cerca de 3 reais). Nenhum item ficou de fora da lista e outros objetos também estão disponíveis, como cadeiras, cama, bicicleta, uma TV Samsung e até mesmo um ursinho de pelúcia — nada escapou do “massacre”. O mais caro é um Macbook Pro, que sai por cerca cerca de 10 euros (cerca de 34 reais).

Bicicleta e ursinho de pelúcia também não escaparam do 'massacre' e foram cortados pela metade Foto:  Reprodução Internet
Bicicleta e ursinho de pelúcia também não escaparam do ‘massacre’ e foram cortados pela metade
Foto: Reprodução Internet

O DIA

Comentários

comentários