VÍDEO: Com a seca no MT, tatu bebe água oferecida por homem em tampa de garrafa

Um tatu foi flagrado tomando água direto de uma tampa de uma garrafa térmica no município de Ipiranga do Norte, a 455 km de Cuiabá.

A cena inusitada, que dura aproximadamente um minuto, foi gravada pelo engenheiro agrônomo e fiscal do Instituto Estadual de Defesa Agropecuária (Indea), Cristiano Henrique de Souza. Foi ele que ofereceu água ao animal.

Ele conta que ficou com pena do bicho, que aparentava estar com sede, e decidiu ‘dividir’ água com o tatu.

Segundo Cristiano, o animal foi visto durante fiscalização do vazio sanitário da soja na região. O animal estava tentando cavar em um pedaço de terra onde havia caído um pouco de água. Ao ver a cena, o fiscal resolveu oferecer a água em uma tampa da garrafa térmica para ele beber.

“Ele deve estar sofrendo muito com esse tempo seco, pois bebeu duas ‘canecas’ cheias sem medo, não se assustou”, contou o fiscal ao G1.

Biólogo comenta

Segundo o biólogo Romildo Gonçalves, o comportamento apresentado pelo tatu no vídeo não é algo normal, por se tratar de um animal silvestre e não ter inteligência suficiente para ser domesticado e interagir com os humanos. “É algo literalmente atípico. Ele tem um cérebro muito pequeno e, por isso, não é um animal domesticável”, afirmou.

De acordo com o biólogo, uma das explicações possíveis para a aproximação do animal do fiscal do Indea é de que o animal esteja doente ou debilitado de alguma forma. “Se ele está em uma área desmatada, por exemplo, somado com a estiagem, ele podia estar desidratado, cansado, sedento e, ao sentir o cheiro de água, agiu por instinto, para sobreviver. Mas esse comportamento é fora do normal”, disse.

Comentários

comentários