Vice-governadora abre Conferência Estadual de Assistência Social na Capital

Abordando dimensões relevantes para a melhoria da execução da Política de Assistência Social e atendimento aos usuários do Sistema Único de Assistência Social (Suas), a Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast) realiza a partir de amanhã (1º) a XI Conferência Estadual de Assistência Social. O evento será aberto com a presença da vice-governadora e secretária da Sedhast, Rose Modesto, às 14h, na Escola do SUAS/MS Mariluce Bittar (Rua André Pace, 630, Bairro Guanandy), na Capital.

Vice-governadora Rose Modesto Foto Leca
Vice-governadora Rose Modesto Foto Leca

Esta é uma convocação do Conselho Estadual de Assistência Social (Ceas/MS). De acordo com o superintendente da Política de Assistência Social, Sérgio Wanderly, a Conferência Estadual é o processo pela qual usuários, trabalhadores e entidades socioassistenciais, junto com a gestão pública, fazem uma avaliação técnica e política de implementação do SUAS em Mato Grosso do Sul. “Após uma década de implantação em Mato Grosso do Sul, são indiscutíveis os avanços e as conquistas coletivas dessa política. Na próxima década, novos desafios se colocam na área, como um novo patamar de qualidade, de aprimoramento da gestão e qualificação das ofertas”, destaca.

Participam da conferência os usuários, trabalhadores da área e equipes técnicas que irão analisar, propor e deliberar, com base na realidade de cada município, quais serão as diretrizes e ações que garantam a gestão e o financiamento das ações e serviços que atendam de forma plena, os anseios da população, visando a garantia de seus direitos enquanto cidadãos, para que de fato possam concretizar o lema nacional do SUAS que é  “Consolidar o SUAS de vez, Rumo a 2026”.

Conferência

As Conferências são espaços que garantem a participação da população, visando o seu protagonismo, na garantia de seus direitos e contribuindo para que haja uma mobilização local, desta forma entendendo como se dá o controle social, a vigilância socioassistencial e as mudanças para melhorar as ações no município, estado e no País.

Neste contexto, as dimensões a seguir relacionadas, vão enriquecer os debates:

Dimensão 1: Dignidade Humana e Justiça Social: princípios fundamentais para a consolidação do SUAS no Pacto Federativo.

Dimensão 2:   Participação Social como fundamento do Pacto Federativo do SUAS.

Dimensão 3: Primazia da Responsabilidade do Estado: por um SUAS público, universal, republicano e federativo.

Dimensão 4:  Qualificação do Trabalho no SUAS na consolidação do Pacto Federativo.

Dimensão 5:  Assistência Social é direito no âmbito do Pacto Federativo.

Clique aqui e confira a programação XI CONFEAS

 

Comentários

comentários