Viação São Luiz é alvo de reclamações por precariedade em veículos e problemas de logística

Da Redação

A empresa de transporte rodoviário, Viação São Luiz, vem sofrendo relatos de passageiros que acusam com frequência a empresa de não fornecer veículos adequados ao transporte de passageiros, além de inúmeros problemas com a logística de transporte, qualidade dos pneus e problemas operacionais.

Na semana passada, dezenas de passageiros tiveram suas viagens interrompidas no município de Jataí (GO), por conta da precariedade dos pneus de um ônibus da empresa. O veículo foi apreendido em um posto de fiscalização da Polícia Rodoviária Federal, o que obrigou os passageiros a ficarem o dia todo na rodoviária da cidade.

Ônibus teve problemas em rodovia e passageiros foram obrigados a viajar de carona com veículos (Foto: Interativo MS)

Em outro relato, uma viagem que deveria ter iniciado às 21h atrasou até as 23h por conta de falta de veículo em condições de rodagem. O veículo escolhido para o trajeto quebrou em meio a madrugada e obrigou os passageiros a aguardarem por resgate por cerca de seis horas na rodovia MS-240 entre Paranaíba e Inocência após problemas mecânicos.

De acordo com uma passageira, cerca de 20 pessoas estavam no ônibus quando o veículo parou em meio a pista por volta de 3h de segunda-feira (26) e não mais teve condições de seguir viagem. Ainda conforme a passageira, por cerca de 20 minutos o condutor teria tentado seguir viagem, porém em seguida avisou os passageiros que tentaria contato com a empresa para o resgate.

Passageiros que estavam com pouca bagagem começaram a pegar carona com carros que passavam pela rodovia para que pudessem chegar ao destino de viagem.

Já neste fim de semana, onde o fluxo foi intenso por conta do feriado da Semana Santa e o domingo de Páscoa, uma funcionária da Viação explicou, por meio de um áudio no WhatsApp, que o sistema da empresa estava com problemas e, por isso, o transporte rodoviário estaria com todos os horários suspensos, afetando passageiros de cidades de Mato Grosso do Sul e também de estados vizinhos.

O Página Brazil tentou contato com a a Viação São Luiz, mas não obteve respostas até a publicação desta reportagem.

(Com Interativo MS)

Comentários