Vettel admite que maior inimigo para o título da F1 é ele mesmo

Gazeta Esportiva.com

Vettel lamenta erros que tiram pontos dele (Foto: Andrej Isakovic/AFP)

Após deixar Lewis Hamilton aumentar a diferença na liderança no GP da Itália, quando bateu no carro do inglês e teve que fazer uma corrida de recuperação, Sebastian Vettel precisa voltar ao pódio, de preferência no lugar mais alto, para não perder fôlego na disputa do campeonato nas últimas corridas da temporada. O alemão, no entanto, tem que superar não só o rival da Mercedes, mas seus erros que o atrapalham na busca pelo título.

“Acho que meu maior inimigo sou eu. Temos um ótimo carro e temos todas as chances de fazer isso do nosso jeito. Obviamente, Lewis é o líder, ele está à frente, mas ainda temos uma chance muito boa e sinto que ainda nós é que temos a perder. Enquanto cuidarmos de nós mesmos, temos a chance de vencer corridas e, se fizermos isso, as coisas ficarão boas”, declarou Vettel.

Foram muitos pontos perdidos em quatro corridas em especial. Além do último GP, o piloto da Ferrari se prejudicou no Azerbaijão, na França e na Alemanha. Faltando sete corridas, ele tem a chance de manter o ótimo histórico, com quatro vitórias, contra três de Hamilton.

“Não estou dizendo que esta é a minha corrida para vencer, mas você não pode mudar o que aconteceu no passado ou saber o que está por vir, então meu foco total está nessa corrida por enquanto. É claro que, se estamos em condições de vencer, queremos vencer”, disse.

Comentários