Vereadores tem sessão com um projeto amanhã e audiência sobre jornada de trabalho de professores

Camara22O trabalho na Câmara de Vereadores de Campo Grande volta ao normal nessa semana, em especial nessa terça-feira (26), após feriadão, que parou a Casa por quatro dias, e que antes, já na quarta-feira (20) na tinha tido sessão na sede da Casa de Lei, devido à blits via Câmara Comunitária. A programação conta com dois destaques maiores para os próximos dias. Para amanhã, os parlamentares, tem sessão ordinária, com votação, mas de apenas um Projeto de Lei, que será antecedido pela “Palavra Livre”. No período da noite, da próxima quinta-feira (28), haverá uma audiência publica para debater a redução da jornada de trabalho dos professores pais de alunos com deficiência.

Os vereadores votam pela manhã, na sessão ordinária, em primeira discussão e votação, o projeto de lei n. 8.034/15, do vereador Professor João Rocha, que dispõe sobre a inclusão da disciplina de Educação para o Trânsito no currículo das escolas da Rede Municipal de Ensino.

Durante a sessão, a convite do vereador Ayrton Araújo do PT, o presidente do Sindicato dos Bombeiros Civis, Alexandre Luiz Souza Lima, usará a palavra livre para falar sobre a regularização dos serviços do Bombeiro Civil.

O trabalho noturno, que será na quinta-feira, terá os vereadores discutindo, a partir das 18h30, a redução da jornada de trabalho dos professores pais de alunos com deficiência. A audiência é convocada pela Comissão Permanente de Cidadania e Direitos Humanos da Casa de Leis, composta pelos vereadores Magali Picarelli (presidente), Dr. Cury (vice), Coringa, Cazuza e Luiza Ribeiro.

Serviço – A audiência será realizada a partir das 18h30 no plenário Edroim Reverdito, na sede da Casa de Leis, localizada na avenida Ricardo Brandão, n. 1.600, bairro Jatiúka Park.

Comentários

comentários