Vereadores pedem aumento de 30% em investimentos para a Capital

Da Redação

Divulgação

Os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande reivindicaram, nesta quinta-feira (17), um aumento no rateio dos recursos do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de MS). Durante reunião com o governador Reinaldo Azambuja e com o prefeito Marquinhos Trad, na Esplanada Ferroviária, os parlamentares pediram índices próximos a 30% do valor total dos recursos.

“Há uma expectativa de arrecadação, então não podemos afirmar valores. Foi uma reunião extremamente produtiva, onde discutimos de forma técnica os valores em cima do que preconiza o Fundersul. Dentro dessa perspectiva de arrecadação, a Prefeitura, juntamente com seus técnicos, e com os vereadores, vamos estabelecer um rol de investimentos com esses recursos vindos do Fundersul. Assim, poderemos fazer as entregas”, afirmou o vereador Prof. João Rocha. “Não adianta fazer uma relação extensa, criar uma expectativa, e depois não entregar. A nova política não permite isso, não permite falácias, nem vender ilusões. O que falarmos, iremos cumprir”, completou o vereador.

A reunião foi mais uma do programa Governo Presente, que já percorreu mais de 40 municípios de Mato Grosso do Sul para colher demandas de cada região, e contou com a presença de secretários municipais e estaduais. Segundo o vereador Carlão, 1º Secretário da Casa de Leis, os vereadores foram unânimes ao defender o aumento na participação da Capital no rateio com os demais municípios.

“A Câmara foi unânime querendo 30% desses recursos do Fundersul, pois Campo Grande recolhe 33%. O governador falou que vai estudar com carinho, pois são muitos municípios a serem atendidos. Esse dinheiro, vindo pra Campo Grande, vamos ver as prioridades, as obras inacabadas, estradas vicinais, pontes e demais investimentos em infraestrutura”, disse.

O governador Reinaldo Azambuja destacou a participação dos vereadores na definição das prioridades de cada região. “Quando você faz um governo presente, você vai nas cidades. Quando você houve, você elenca a prioridade local. Ouvir o legislativo é importante, pois os vereadores estão sempre ao lado da população. Não tenho dúvida que vamos errar menos. Com essas reuniões, vamos elencar as prioridades para devolver o que eles acham melhor”, finalizou.

Comentários