Vereadores autorizam município a remanejar verba e isenção para transporte coletivo

Na última sessão ordinária de 2016, realizada nessa quinta-feira (22) os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande encerram a 9ª Legislatura aprovando três Projetos.

Dois projetos do Executivo foram aprovados por unanimidade

Em regime de urgência, em turno único de discussão, foi aprovado em Plenário o Projeto de Lei n° 8.399/16, de autoria do vereador José Chadid, que institui o “Janeiro Branco” – que cuida da saúde mental, e bem estar em Campo Grande.

Em única discussão e votação foram aprovados dois Projetos de autoria do Poder Executivo Municipal. O Projeto de Lei Complementar n° 514/16, que dispõe sobre a isenção do Imposto sobre Serviço incidente sobre a prestação de serviços de transporte público coletivo de pessoas, por ônibus, neste município e dá outras providências.

E também o Projeto de Lei n° 8.402/16, que autoriza a abertura de crédito adicional suplementar no valor de R$ 6.000.000,00 (seis milhões). O recurso será destinado para atender as despesas com pagamentos de Hospitais, Clínicas, Laboratórios e outros referentes aos Serviços de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos Municipais de Campo Grande – SERVIMED.

“Fica demonstrada assim, a responsabilidade dos vereadores. Dois projetos do Executivo aprovados para que o prefeito possa terminar o mandato”, afirmou o presidente da Casa de Leis, vereador João Rocha (PSDB).

O pedido de abertura de crédito suplementar para pagar despesas do IMPCG chegou ontem (21) à Câmara

Comentários