Vereadora diz que Câmara quer ‘abafar’ o caso passada de mão

A vereadora Virginia Magrini (PP) diz que a Câmara Municipal em Dourados quer ‘abafar’ o caso passada de mão. Ela acusa o parlamentar Maurício Lemes (PSB) de passar as mãos em suas nádegas após encerramento de sessão no dia 9 de junho.

Virginia diz que não vai deixar caso cair no esquecimento Foto: Divulgação
Virginia diz que não vai deixar caso cair no esquecimento
Foto: Divulgação

Uma sindicância foi instaurada na Câmara para apurar o caso, através da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar. Os trabalhos já deveriam ser encerrados. “É nítido que os colegas parlamentares querem que o caso caia no esquecimento, mas não vou deixar”, avisa a vereadora. Ela prepara para o próximo dia 20 de agosto a audiência “Violência contra a mulher, eu não aceito”.

O presidente da comissão é o vereador Marcelo Mourão (PSD). Junto a ele faria parte da comissão Cirilo Ramão (PTC), porém Virginia pediu para substituí-lo, devido grau de parentesco com Maurício.

Foi designado o vereador Bebeto (PDT) para integrar a Comissão, porém ele recusou. Também não quis participar o vereador Aguilera (PSDC). Agora, quem recebeu o convite para analisar a passada de mão foi o parlamentar Cido Medeiros (DEM).

Evento

A denúncia de Virginia repercutiu no estado. Ela diz que a Polícia Civil aguarda imagens do circuito interno da Câmara, para comprovar o caso, denunciado na Delegacia da Mulher. Maurício nega, afirma que apenas cutucou as costas da colega e que tudo não passou de uma brincadeira.

Virginia está tão empenhada em levar o caso adiante que promoverá no dia 20 de agosto, às 19h, na Câmara, uma audiência pública para debater os diferentes tipos de violência que a mulher sofre no dia a dia, seja em casa, na rua ou no trabalho.

Haverá debates e palestras com a psicóloga Rachel Moreno, do Observatório da Mulher, e a advogada Simone Becker, pesquisadora nas áreas de Antropologia do Direito na interface de vetores como sexualidade, gênero, raça e etnia.

Com Informações Dourados Agora

Comentários

comentários