Vereador do PR suspeito de homicídio é preso em MS

Quatro pessoas, entre elas um vereador paranaense, foram presas mediante cumprimento de mandado de prisão por homicídio, no fim de semana, em Iguatemi, a 460 quilômetros de Campo Grande. O crime ocorreu em Bela Vista do Paraíso, no Paraná.

Um mandado de prisão preventiva contra os suspeitos, o vereador de 28 anos, e outros envolvidos de 40, 21 e 18 anos, foi expedido pela Justiça após uma sequência de diligências realizadas pela polícia da região. A ação também contou com o apoio da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul.

As investigações iniciaram no dia 12 deste mês, depois que os policiais tomaram o conhecimento sobre o desaparecimento de Luiz Henrique dos Santos Ferraz, 19 anos. Logo nas primeiras horas de apuração, a equipe policial constatou que Ferraz desapareceu depois que foi espancado próximo a um posto de combustível em Bela Vista do Paraíso.

O corpo da vítima foi encontrado no Rio Vermelho, entre os municípios de Alvorada do Sul e Florestópolis (Foto: Divulgação)

“A vítima conseguiu fugir dos agressores, mas foi perseguida pelo grupo onde foi novamente espancada e depois desapareceu”, conta o delegado responsável pelas investigações, Ricardo Jorge Rocha Pereira Filho.

Na sequência das investigações, a polícia conseguiu identificar os suspeitos, porém os envolvidos no crime já haviam fugido para Campo Grande. O corpo da vítima foi encontrado no Rio Vermelho, entre os municípios de Alvorada do Sul e Florestópolis, pela Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros de Bela Vista do Paraíso.

Os quatro investigados continuam detidos na Delegacia de Mundo Novo, aguardando transferência para para alguma unidade prisional do Paraná. Todos os suspeitos responderão pelos crimes de sequestro, homicídio qualificado e ocultação de cadáver. As investigações continuam e o inquérito policial deve ser encaminhado à Justiça até o final desta semana.

(Com informações TN Online)

Comentários