Vereador de Curitiba diz que salário de R$ 15 mil é pouco

Um pronunciamento feito pelo do vereador Chico do Uberaba (PMN), na tarde desta terça-feira (19), no plenário da Câmara dos Vereadores de Curitiba, continua bombando nas redes sociais. Isso porque na oportunidade, o vereador disse em alto e bom som que o salário de R$ 15 mil mensais não é suficiente “para o bom andamento da função do vereador”. E o que será que ele acha do salário mínimo de R$ 788 recebido mensalmente por milhares de curitibanos e paranaenses?

Chico do Uberaba (PMN) - Foto: Divulgação
Chico do Uberaba (PMN) – Foto: Divulgação

A declaração infeliz enfureceu os internautas. No Facebook, um post rendeu centenas de comentários. Uma internauta defende que seja abolida a remuneração para estas atividades: “Politico deveria trabalhar VOLUNTARIAMENTE! Quem merecia esse salário são os professores, enfermeiros, bombeiros, policiais…”, disse.

Outro comentário, chama o vereador à responsabilidade: “Ele esqueceu o principal. Ele é um servidor público, trabalha para a população sem fins lucrativos!”, lembrou este internauta.

Teve gente também que foi direto ao ponto: “Entrega o cargo e vai trabalhar!”, escreveu um eleitor indignado.

Carro, gasolina e funcionários

O vereador que reclama do salário recebe mensalmente um carro, 200 litros de combustível por mês, além de poder contratar sete funcionários e dois estagiários. Se for somado ao longo do ano o valor recebido com o salário de R$ 15 mil supera os 180 mil.

Veja só o que ele disse em seu discurso. “Não tem verba de gabinete, indenização, nada. Onde a casa está pecando para o bom andamento do vereador. Nós pagamos tudo. Estamos pagando para ser vereador hoje. É lamentável a forma que está sendo feito. O 13.º ninguém fala nada. O Senado recebe, a Câmara Federal, a Assembleia e os nossos funcionários recebem. Só o vereador que não”, afirmou. Lamentável?

Comentários

comentários