Vereador Airton de Araújo é o primeiro a chegar para depoimento no Gaeco

02air
Vereador Aírton Araújo

O vereador Airton de Araújo (PT) chegou à sede do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) acompanhado de dois advogados para prestar depoimento sobre o esquema para a cassação do prefeito Alcides Bernal (PP), ocorrida em março do ano passado. Ele afirmou que foi convidado a ajudar nas investigações, prestando algumas informações e que vai falar mais após ser ouvido pelos promotores.

Ele foi notificado a prestar depoimento, por ter como padrinho político o deputado estadual Cabo Almi (PT). É que numa das conversas entre os empresários João Baird, da Itel Informática, e Fábio Portela Machinsky, Cabo Almi foi citado. Os empresários faziam as contas de quantos vereadores já teriam para conseguir derrubar Bernal.

O coordenador do Gaeco, promotor Marcos Alex Vera, disse nesta manhã que Almi será ouvido na condição de testemunha. Todos os citados nas escutas telefônicas serão convocados nestas condições, segundo ele

Comentários

comentários