Vereador afirma que decisão de taxar obras literárias vai dificultar a democratização do livro

O vereador Ronilço Guerreiro lamentou a tomada da discussão pelo Governo Federal e Receita Federal para taxar os livros, o que dificultaria ainda mais o acesso das pessoas. Guerreiro destaca que não é verdade o argumento de que apenas ricos leem livros, mas que sim é preciso democratizar o livro.

“Eu estou indignado com essa forma como a educação é tratada e, quando se tributa ainda mais os livros, só dificulta a democratização deles e é sinal de que oferecer acesso a cultura através da literatura não é um objetivo do nosso governo”, comentou o vereador.

Na última semana, a Receita Federal divulgou documento destacando que os livros e papéis usados na impressão de livros têm imunidade tributária prevista na Constituição e, por isso, não estão sujeitos à cobrança de impostos. Mas, o órgão sugere a mudança em relação a duas contribuições para a seguridade social: o PIS/Pasep e a Cofins. A alegação da entidade é que “a cobrança pode ocorrer porque pessoas de baixa renda não compram livros.”

Semanalmente Guerreiro distribui livros nos terminais, deixa livros nos carros estacionados e só não está com outros dois projetos em andamento, Freguesia do Livro e Livros Carentes, por causa da pandemia.

“As pessoas gostam sim de livros, falta é o acesso delas a eles e meu papel tem sido levar para as pessoas o saber, fazer com que elas viajem através de livros. Quando deixamos os livros nos terminais em pouco tempo somem das prateleiras e quem frequenta os terminais? com certeza não são os ricos. Além disso, nesta pandemia eu tenho certeza que o melhor amigo de muita gente durante o isolamento social foi o livro”, disse o vereador.

Atendimento

Durante esse período crítico da pandemia, a Câmara Municipal de Campo Grande decidiu restringir o acesso do público na Casa de Leis . Com isso os vereadores não poderão realizar atendimentos nos gabinetes, mas Ronilço Guerreiro tem mantido uma rotina de atendimentos via seus canais digitais, entre eles o Gabinete Virtual e Gabinete de Rua.

No site www.souguerreiro.com tem o link para o Gabinete Virtual e no local a população pode relatar problemas nos bairros e buscar melhorias para a comunidade. Todo conteúdo é acompanhado diretamente pelo vereador que encaminha os pedidos para os órgãos responsáveis. Outro canal é o Gabinete de Rua que funciona pelo WhatsApp 99909-0019.