Vendedora procura advogados de Cristiano Araújo para DNA: ‘Toparam fazer, mas tenho que arcar com os custos’

Sara Nellye e o filho de 13 anos, que pode ser de Cristiano Araújo. Foto: reprodução/ instagram
Sara Nellye e o filho de 13 anos, que pode ser de Cristiano Araújo. Foto: reprodução/ instagram

No dia em que Cristiano Araújo morreu, 24 de junho, Sara Nellye Campelo surgiu com uma bomba nas redes sociais. No vídeo, a loira de São Paulo contava que seu filho, de 13 anos, podia ser fruto de uma noite com o sertanejo, quando os dois eram bem jovens.

A história se espalhou, Sarah foi chamada de oportunista, fez peregrinação por programas de TV e, claro, chamou, a atenção dos advogados de Cristiano.
Um mês após a morte do cantor, Sara conta que uma representante dele entrou em contato com ela. “A advogada deles me ligou. E disse que a família topou fazer o exame de DNA”, conta a moça que, no entanto, não sabe quando isso vai acontecer: “Pedi um tempo para eu me reorganizar financeiramente porque o exame e as passagens para Goiás, para mim e meu filho, são caros. Toparam fazer o DNA, mas tenho que arcar com os custos”.

O exame, segundo Sara, fica na base de R$ 2 mil. Mais as passagens para ela e o filho. A loura, que é vendedora, está desempregada há pouco mais de um mês, e garante que não está à caça de uma herança. “Quero ter paz, dormir sabendo quem é o pai do meu filho. Se ele for mesmo do Cristiano, o que é do meu filho por direito vai ser dele e não meu”, avalia ela, que teve o menino registrado por um ex-namorado de infância, que também morreu: “Isso me deu muito problema, meus ex-cunhados me ameaçaram, disseram que iriam passar com o carro por cima de mim”. O menino, aliás, se aparece fisiciamente com o sertanejo e faz parte de uma dupla sertaneja mirim.

De acordo com os advogados de Cristiano, o contato com Sara foi feito, mas até agora os pais do cantor, que precisam fazer os exames para a comprovação ou não da paternidade do filho de Sara, ainda não tomaram conhecimento do assunto e, por enquanto, preferem não se pronunciar. Uma fonte da coluna, porém, conta que Sara não deve encontrar resistência da família: “Se o menino for filho será reconhecido”.

Num segundo vídeo, postado no início deste mês, Sara explica que não teve um relacionamento com Cristiano, mas apenas uma noite, em Goiânia, durante férias. “Ele não era famoso nem nada. Um dia o vi na TV e lembrei daquela noite e que ele podia ser mesmo o pai do meu filho. Só que na época meus pais não me deixaram ir atrás dele. Respeitei”, conta ela, que antes da morte do cantor já havia conversado com o filho sobre sua possível origem: “Meu filho é muito maduro, ele sabe de tudo, entendeu e está do meu lado”.

Veja Vídeo:

Com Informações Diário do Nordeste

Comentários

comentários