“Velho do PCC” morre em confronto com o Choque

Morreu na noite deste domingo (17) em confronto com policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar (BpChoque) o homem suspeito de ser o chefe do grupo criminoso que usava chapéus durante roubos cometidos em Campo Grande.

Imagens de câmeras de segurança mostram o suspeito morto no confronto com o BpChoque usando chapéu durante roubo — Foto: BpChoque/Divulgação

Segundo a polícia, Antonio Julio da Silva, de 54 anos, conhecido como “Velho do PCC” ou “Andorinha” estava escondido em uma fazenda no município de Corguinho, na região oeste de Mato Grosso do Sul, a cerca de 90 quilômetros de Campo Grande.

Uma denúncia anônima levou os policiais do BpChoque até o local por volta das 18h30 deste domingo. Ao chegarem a propriedade, os militares avistaram dois homens. Um deles, ao perceber a aproximação e que seria abordado, sacou uma arma, atirou nos policiais e fugiu.

Antônio Júlio da Silva, o “Velho do PCC” – Crédito: (Divulgação)

Enquanto corria o suspeito, conforme a polícia, continua atirando. Os policiais responderam e na troca de tiros Silva foi ferido. O outro suspeito conseguiu fugir.

Silva foi levado até uma unidade de saúde de Rochedo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Com ele foi encontrada uma pistola com dois carregadores.

Comentários