“Veículos locados pelo Governo estão sendo bem empregados no policiamento”, diz Comandante

Há mais de um mês rodando pelas ruas de Campo Grande, as 10 viaturas que foram locadas por meio de licitação pelo Governo do Estado para a Polícia Militar, estão dando resultados expressivos nos policiamentos da Capital.

Comandante do Policiamento Metropolitano explicou como veículos estão sendo utilizados.
Comandante do Policiamento Metropolitano explicou como veículos estão sendo utilizados.

De acordo com o Coronel Francisco Ovelar, Comandante do Policiamento Metropolitano, os veículos foram destinados à Força Tática e ao Batalhão de Choque da Polícia Militar. “Relatamos ao Secretário de Segurança Pública a importância e como essas viaturas foram bem recebidas pela polícia e bem empregadas no policiamento. Realizamos muitas abordagens e várias operações” relatou.

Ainda segundo o Comandante, a vantagem das viaturas locadas é de que se o veículo der algum problema, a empresa que venceu a licitação tem o prazo de no máximo seis horas para substituir a viatura, impedindo que a polícia fique muito tempo fora das ruas. O aluguel mensal de cada veículo gira em torno de R$ 12 mil por mês.

Viaturas foram entregues no final do ano passado. Foto: Divulgação/ Governo do Estado
Viaturas foram entregues no final do ano passado. Foto: Divulgação/ Governo do Estado

Em aproximadamente 30 dias, a Polícia Militar receberá mais 35 motos que serão utilizadas pela Getam (Grupamento Especial Tático de Motos) e pelo Batalhão de Choque. Para Ovelar, o veículo permite maior mobilidade dos policiais, permitindo que operações sejam realizadas em vários pontos da cidade ao mesmo tempo, fazendo um trabalho de prevenção. “Com essas experiências dos veículos locados e as motos, temos a intenção de diminuir consideravelmente os índices de criminalidade em Campo Grande”, explicou.

Índices de criminalidade

De acordo com o Comandante, o número de homicídios em Campo Grande foi reduzido em 16% no ano de 2015, o que coloca a cidade como uma das capitais mais seguras do país. Os números de homícidios no trânsito e furtos também foram reduzidos.

Para 2016, o plano da Polícia Militar é investir em ações preventivas para reduzir o número de roubos em vias públicas na cidade. “Estamos realizando palestras nas periferias, nas escolas e fazendo campanhas comunitárias para que possamos melhorar os índices do ano passado”, finalizou.

 

Kerolyn Araújo

Comentários

comentários