Vaticano prende sacerdote acusado de posse de pornografia infantil

Monsenhor do Vaticano foi acusado pelo Canadá de possuir imagens de pornografia infantil (iStockphoto/Getty Images)

O Vaticano anunciou neste sábado a detenção do monsenhor Carlo Alberto Capella, ex-conselheiro que fazia parte do alto escalão da Santa Sé em missões diplomáticas em Washington. Capella foi acusado pelo Canadá de posse de imagens de pornografia infantil. Ele se encontra preso em uma cela do quartel da Guarda Vaticana.

Em setembro do ano passado, a Justiça vaticana abriu uma investigação sobre o conselheiro depois que a polícia canadense o acusou de posse e distribuição de material pornográfico infantil, que teria sido acessado durante uma viagem que o sacerdote realizou ao país em dezembro de 2016. Capella permaneceu no Vaticano desde a abertura da investigação.

Ele pode pegar pena de um a cinco anos de prisão e multa que vai de 2.500 a 50.000 euros (cerca de 10.355 reais e 207.108 reais).

Comentários