Vasco e Flamengo empatam em clássico conturbado em Brasília

Os cruzmaltinos saíram em vantagem em lance recheado de polêmica, uma vez que os rubro-negros reclamaram de falta de Maxi López na jogada, seja por uma disputa com Léo Duarte em que ambos caíram, ou por um suposto pisão no braço de Diego Alves. Aliás, levou alguns segundos para que todos percebessem a confirmação do gol.

A vida do Vasco, que fez uma boa atuação, parecia que ficaria mais fácil aos 12min da etapa final, quando Diego, por reclamação, foi expulso. O lance ocorreu em um momento em que Vitinho e Willian Maranhão se empurraram com a cabeça e levaram o cartão amarelo, assim como Fabrício.

Apesar da desvantagem numérica, os rubro-negros conseguiram o empate quatro minutos depois, graças a um gol contra bizarro. Pará levantou da direita, e Luiz Gustavo cabeceou firme contra a própria meta.

Mas os vascaínos também não terminariam com 11 em campo. Aos 27min, Bruno Silva caiu desacordado após choque com Luiz Gustavo e precisou sair de campo de ambulância. Aliás, a ambulância também precisou de ajuda para sair do gramado, já que ela só pegou no tranco após jogadores das duas equipes empurrá-la, enquanto os torcedores comemoravam (veja abaixo). Como o time mandantes já tinha feito suas três alterações, ficou com dez atletas em campo quando a partida foi reiniciada após dez minutos de paralisação.

Com o resultado, o Vasco vai a 25 pontos, até passa a Chapecoense temporariamente, mas segue na zona de rebaixamento, na 17ª colocação. Este foi o primeiro ponto de Alberto Valentim à frente da equipe, após quatro derrotas seguidas. Já o Flamengo vai a 45 pontos e figura na quarta posição, sem chances de perdê-la nesta jornada.

Pela próxima rodada, o Vasco receberá o Bahia na segunda-feira (24), às 20h (de Brasília). Um dia antes, o Flamengo atuará em casa contra o Atlético-MG, às 16h.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here