‘Vamos virar a página’, diz Safadão após polêmica sobre pensão do filho

Verso da Página com informações Folha Press

Wesley Safadão, 29, usou as redes sociais para comentar mais uma vez sobre a polêmica envolvendo a pensão do seu filho, Yhud, com a ex-mulher Mileide Mihaile. O cantor afirmou que nunca houve redução no valor da pensão do filho e que, agora, é preciso virar a página.

“Nunca houve redução, e sim, o que eu estava querendo era uma revisão para que fosse formalizado na Justiça. Para que fosse colocado tudo no papel o que de fato já existia. Graças a Deus chegamos a um acordo. Foi um momento bem difícil, foram dias difíceis. Eu que creio em Deus, na palavra, desde quando tudo isso começou a aconteceu eu entreguei na mão de Deus. Agora, vamos virar a página”, disse o cantor, em vídeo publicado em seu Insta Stories (ferramenta de compartilhamento de imagens que desaparecem em 24 horas).

A ex-mulher de Wesley Safadão Mileide Mihaile afirmou, neste sábado (28), que estava em gratidão com Deus por lhe permitir viver lindos milagres. A declaração foi dada um dia depois da audiência de revisão de pensão pedida pelo cantor.

“Gratidão a Deus por permitir viver tantos lindos milagres, a minha família, meus seguidores e fãs, as minhas intercessoras espirituais, aos amigos, e a minha maior fonte de energia, força e resiliência; MEU FILHO!”, escreveu Mihaile, em sua conta no Instagram. Durante a semana, ela afirmou a programas de TV que ele a traiu ao fim da relação e que teria pedido para reduzir o valor da pensão.

Os dois participaram de uma audiência na 12ª Vara de Família de Fortaleza nesta sexta (27) que durou cerca de seis horas. O cantor, que pagava dez salários mínimos para Mileide Mihaile, mãe de seu filho, Yhudy, de seis anos, queria diminuição do valor.

Segundo a assessoria do cantor, ficou definido que Wesley Safadão continuará dando a Mihaile o valor mensal que paga desde 2015. O pagamento não era oficial e agora, ainda de acordo com a assessoria do músico, foi oficializada e homologada pela juíza.

De acordo com o Diário do Nordeste, a Justiça determinou que o valor recebido pelo menino suba de R$ 9.000 para R$ 38 mil por mês. À Folha, Safadão diz se sentir injustiçado. “Procuro ser um pai com P maiúsculo, jamais deixaria faltar nada.”

Safadão terá ainda de custear uma viagem internacional por ano para o filho, com direito a babá. O cantor se manifestou por meio de nota: “A conciliação foi feita pensando no bem-estar de Yhudy. Graças a Deus, tudo terminou bem, quero preservar a integridade emocional do meu filho e, nesse momento, só desejo que a paz volte a reinar!”.

Safadão, que foi casado com Mihaile por oito anos, é comprometido hoje com Thyane Dantas, 27, com quem tem uma filha de três anos. Em fevereiro ele anunciou que está a espera do terceiro filho. “Os filhos são bênçãos de Deus. Estou agradecido”, disse ele na ocasião.

Comentários