Vale Universidade lança edital e inscrições começam em uma semana

O próximo dia 8 de abril está programado para o acadêmico já matriculado em Instituição de Ensino Superior (IES), conveniada ao Vale Universidade, para realizar sua inscrição no Processo Seletivo 2019 do programa de bolsa do Governo do Estado. A administração lançou nesta quinta-feira (28), o edital com todos os detalhes, que pode ser conferido na página 10 do Diário Oficial do Estado (DOE). Poderá se inscrever o acadêmico que comprove renda individual igual ou inferior a R$ 1.448,00 e renda familiar mensal não superior a R$ 2,9 mil.

As inscrições no Programa Vale Universidade (PVU) serão realizadas por meio do site da Sedhast –  www.sedhast.ms.gov.br, e o edital completo pode ser conferido aqui.

A partir deste processo seletivo a apresentação do comprovante da inscrição e/ou atualização do Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico), realizado no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da sua região, é obrigatória.

“Teremos ainda mais transparência neste Processo Seletivo 2019. A exigência do comprovante de inscrição no CadÚnico fará com que cada vez mais o benefício seja concedido a quem dele necessita. O Vale Universidade é uma oportunidade de crescimento tanto para quem dele participa quanto para o nosso Estado”, pontuou o secretário-adjunto da Sedhast, Adriano Chadid.

Processo Seletivo 2019

O edital traz ainda que é assegurado à Administração Pública o direito de verificar as informações prestadas pelo interessado por meio de visitas à residência, ao local de trabalho ou à instituição de ensino superior onde o candidato e beneficiário estiver matriculado.

Para o acadêmico da universidade privada, 70% do valor da mensalidade serão repassados pelo Governo do Estado diretamente para a IES, e 20% (vinte) por cento do valor da mensalidade serão deduzidos pela instituição de ensino superior privada conveniada ao Vale Universidade, totalizando 90%.

No caso do acadêmico da universidade pública, o valor do benefício social será equivalente à média do valor do benefício, depositado pelo Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, diretamente, na conta bancária do acadêmico beneficiário.

Estágio

O acadêmico habilitado deverá ainda realizar estágio com carga horária de 20 horas semanais, cumpridas em jornadas de quatro horas diárias no período matutino ou vespertino, compatíveis com o horário escolar, nas instituições indicadas pela Sedhast.

Investimentos

Conforme divulgação governamental, desde 2015 o Governo do Estado já investiu mais de R$ 48 milhões no Programa Vale Universidade oportunizando a permanência do acadêmico na universidade e a conclusão do ensino superior. O programa atende, em média, mais de 1,5 mil alunos.

Investimento anual do Governo do Estado no Programa Vale Universidade.

Comentários