Universidades públicas de MS ofertarão 6 mil vagas via Sisu

Da Redação

O processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação ofertará 6.186 vagas em Mato Grosso do Sul, na sua primeira edição de 2020. No Estado, quatro instituições de Ensino Superior usarão a plataforma como critério de acesso.

Foto: Wilson Dias/Arquivo Agência Brasil.

No Sisu do primeiro semestre deste ano, foram oferecidas 7.792 vagas no Estado e, em todo o Brasil, 129 instituições de ensino ofertam 235.476 vagas. Há redução de 20% na oferta. Três instituições de ensino reduziram a quantidade de vagas oferecidas. A Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) passou de 3.646 para 2.054. Já a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems), que ofereceu 2.328 vagas este ano, vai disponibilizar 2.163 para 2020.

As inscrições serão feitas exclusivamente pela internet, por meio da página eletrônica do Sisu, em período ainda a ser divulgado. O critério utilizado para seleção é a nota obtida na edição 2019 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

UFMS

A UFMS, com 2.054 vagas, é a que tem maior oferta no Estado. A universidade não detalhou quantas vagas serão oferecidas no campus sede, em Campo Grande, e para o curso de Medicina, que todos os anos está entre os mais concorridos.

A universidade oferece acesso a 112 cursos na Capital, em Três Lagoas, Corumbá, Aquidauana, Nova Andradina, Ponta Porã, Chapadão do Sul, Naviraí, Coxim e Paranaíba. A quantidade de vagas que serão ofertadas pela UFMS por meio do Sisu em 2020 foi reduzida em 43% em relação este ano. Parte das 5.220 vagas será destinada para candidatos que fizerem o vestibular (2.139) e também o Programa de Avaliação Seriada Seletiva – Passe (1.027).

UEMS

Já a Uems confirmou a oferta de 2.163 vagas para 54 cursos pelo Sisu 2020. Este ano, a universidade ofereceu 2.328 vagas, na mesma quantidade de cursos, para candidatos por meio do sistema, o segundo maior volume disponibilizado.
A Uems tem sede em Dourados e, além da Capital, oferece cursos em Ponta Porã, Aquidauana, Cassilândia, Paranaíba, Maracaju, Coxim, Mundo Novo, Ivinhema, Amambai, Nova Andradina, Naviraí, Jardim e Glória de Dourados.

IFMS

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) disponibiliza, na primeira fase do Sisu, um total de 960 vagas para 17 opções de cursos – entre licenciaturas, bacharelados e superiores de tecnologia – nos municípios de Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Jardim, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas.
O instituto também reduziu a quantidade de vagas oferecidas. Em 2019, foram mil em 25 cursos.

UFGD

A Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) oferece 959 vagas todas na cidade onde está instalada a sede da instituição, em Dourados, a 230 quilômetros da Capital. A instituição foi a única até agora a aumentar a quantidade. Este ano foram 909 vagas, ou seja, para 2020 serão oferecidas 50 a mais. Entre os cursos mais procurados, estão Medicina, Direito, Agronomia, Zootecnia e cinco áreas da Engenharia.

DÚVIDAS

O candidato inscrito no Sisu também pode fazer a inscrição no Programa Universidade para Todos (Prouni), desde que atenda aos critérios do programa. No primeiro semestre de 2020, Sisu e Prouni adotarão o Enem de 2019 como critério para seleção dos candidatos.

Caso o candidato seja selecionado nos dois programas deverá optar pela bolsa do Prouni ou pela vaga do Sisu, pois é vedado ao estudante utilizar uma bolsa do programa e estar, simultaneamente, matriculado em instituição de educação superior pública e gratuita.

Comentários