ONU destitui segundo vice-diretor após acusação de assédio sexual em uma semana

Agência Brasil *

Após uma semana que um “brasileiro deixou cargo de vice na ONU ante denúncia de assédio sexual” , outro caso surge, também após ter sido denunciado na Unesco, que destituiu o vice-diretor-geral de comunicação e informação, o guatemalteco Frank La Rue. Segundo fontes da Agência EFE, o caso é alvo de uma investigação interna. 

Segundo diversos veículos de imprensa, La Rue tentou beijar forçadamente uma funcionária guatemalteca da organização que, em novembro, apresentou uma denúncia por assédio.

Suspenso inicialmente de suas funções até as conclusões das pesquisas, a organização decidiu na segunda-feira (26) tirá-lo do cargo. O jornal francês 20 minutes assegura que La Rue reconheceu os fatos e pediu perdão à denunciante.

Dois meses depois de assumir o cargo máximo da ONU (Organização das Nações Unidas) para pasta de Educação, Ciência e Cultura (Unesco), a francesa Audrey Azoulay aplicou uma política de “tolerância zero” com estes casos e destituiu La Rue antes da publicação das conclusões da investigação.

* Com informações da Agência EFE.

Comentários

comentários