Últimas refeições e palavras de 19 condenados a morte em 2016

Câmara de execução (Foto: Eric Risberg)

William Sallie, condenado por assassinato, pediu uma pizza média com pepperoni, algumas asas de frango com molho de búfalo e um refrigerante tamanho grande. Em sua cela, ele comeu sua última refeição. Na cama, ele foi amarrado a antes de injetarem uma combinação mortal de drogas em suas veias, suas últimas palavras foram: “Eu só quero dizer que estou muito, muito triste por meus crimes. Eu realmente sinto muito”, disse ele, acrescentando que tinha orado por perdão muitas vezes. “Estou muito triste por tudo.”

Richard Masterson de 43 anos, foi executado no Texas , onde os pedidos de última refeição são uma coisa do passado. Ele foi condenado por causa do assassinato de uma mulher após conhecê-la em um bar em 2001. Ele declarou que ele estava em paz com a decisão do Estado de executá-lo e que ele merecia ser punido. “Me mandando para um lugar melhor. Estou bem com isso “, disse Masterson. “Você tem que viver e morrer pelas escolhas que faz. Eu fiz a minha.”

Christopher Brooks na sua última refeição pediu manteiga de amendoim e um refrigerante Dr Pepper. Ele falou dentro da câmara antes de sua execução, dizendo: “Eu espero que isso traga o desfecho para todos” e “Te vejo em breve, eu amo vocês”.

Vários optaram por não falar e algumas das refeições incluíam hambúrguer, bife com molho de pimenta, arroz cozido no vapor, feijões misturados e pão e também sobremesas tais como bolos e sorvetes.

Coy Wesbrook, de 58 anos, foi condenado em 1997 pelo assassinato de sua ex-esposa, Gloria Jean Coons e quatro outras pessoas. Ele argumentou que tinha ficado furioso quando ele entrou na sala e flagrou sua ex-mulher na cama com inúmeros homens.

Antes de ser executado, ele se desculpou. “Eu quero dizer que sinto muito pela dor que eu causei a vocês”, disse ele. “Me desculpe, eu não posso trazer todos de volta. Eu desejaria que as coisas tivessem sido muito diferentes.”

Não se sabe se ele chegou a desfrutar da sua última refeição.

Dos que aceitaram falar, suas últimas palavras eram de arrependimento, desculpas e pedidos de perdão.

(TN Online com News.com.au)

Comentários