UEMS suspende aulas após ocupação de estudantes no campus da Capital

Divulgação
Divulgação

A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) suspendeu temporariamente as aulas em Campo Grande após a ocupação de estudantes contrários à PEC 241 (no senada PEC 55) e à reforma do Ensino Médio. Segundo a instituição, as atividades administrativas estão funcionando normalmente no prédio.

Ninguém está sendo impedido de entrar no campus. Um evento ligado ao curso de Turismo acontece normalmente na instituição, assim como atividades acadêmicas de conclusão de curso.

De acordo com a assessoria da universidade, o grupo de manifestantes é formado por aproximadamente 20 estudantes. O grupo está concentrado em uma sala, não permitiu a entrada da imprensa e irão se manifestar por meio de notas.

Às 10h eles se reuniram em assembleia para definir os rumos do movimento, mas o resultado ainda não foi divulgado..

A instituição afirma que irá preservar canais abertos de diálogo, entre estudantes, gerência, reitoria a fim de preservar o caráter democrático da manifestação e o direito de expressão dos que são contrários à mesma.

A estudante do curso de Geografia, Júlia Vieira (23) apoia o protesto dos estudante desde que seja pacífico e não atrapalhe ninguém. “Eles estão certos, todo mundo tem o direito de protestar qualquer coisa, mas só não pode atrapalhar quem quer ter aula ou quem quer trabalhar”, afirma a estudante.

Recentemente, o presidente Michel Temer criticou todos esses protestos e afirmou que os estudantes que se manifestam não sabem nem do que a PEC se trata.

 

Comentários

comentários