Trump se atrasa para encontro com rainha e se atrapalha em inspeção da guarda

REUTERS/JN

Elizabeth chegou a olhar para o relógio enquanto esperava, em pé; presidente americano encerra visita à Inglaterra e segue para a Escócia para jogar golfe

WINDSOR, INGLATERRA – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e a mulher, Melania, chegaram atrasados para o encontro com a rainha Elizabeth II no Castelo de Windsor nesta sexta-feira, 13. A rainha, de 92 anos, esperou pelo presidente americano em pé, por alguns minutos, chegando a olhar para o relógio.

Presidente Donald Trump e rainha Elizabeth II inspecionam a guarda real durante encontro no Castelo de Windsor. Foto: REUTERS/Kevin Lamarque

Trump e Melania cumprimentaram a monarca dando as mãos e não se curvaram, contrariando a etiqueta real. Em seguida, enquanto a rainha e o presidente inspecionavam a guarda real, ele parou abruptamente, obrigando-a a andar ao seu redor para que pudessem continuar a caminhada.

Trump é o 11º presidente americano com o qual Elizabeth II se reúne durante seu longo reinado, que começou em 1952. Em 66 anos de reinado, ela só não se encontrou com o presidente Lyndon B Johnson, que assumiu a presidência dos EUA após a morte do presidente John Kennedy, em 1963.

O casal tomou chá com Elizabeth durante o encontro e depois deixou o Castelo de Windsor rumo à cidade escocesa de Glasgow para uma visita privada e onde encerra a visita ao Reino Unido.

Trump seguirá depois para Helsinque, onde terá uma cúpula com o presidente russo, Vladimir Putin.

Comentários

comentários