Troca-troca: Grazielle sai do PR e já assinou filiação no PSD

Lúcio Borges

O prazo para a troca-troca de partidos entre a “janela partidária” chegando ao fim nesta sexta-feira (6), fez com que a semana fosse ou ainda será de movimentação de políticos no Mato Grosso do Sul. entre saída e entra a esta o aquela agremiação. Nesta quarta-feira (4), a vez foi da deputada Grazielle Machado, que saiu do PR e seguiu com já assinatura de filiação ao PSD. A parlamentar na AL-MS (Assembleia Legislativa de MS) esvaziou ou acabou com a representatividade dos Republicanos na Casa, pois como ela, o outro integrante Paulo Correia foi para o PSDB.

A deputada ou sua então sigla no fim do prazo, entraram em uma onda de crise interna, com uma troca de poderes no partido, que levou a saída do então tutor e presidente da legenda, Londres Machado, que é seu pai e mentor político. Ele saiu do comando do PR em Mato Grosso do Sul, e a deputada não teve alternativa e acabou fazendo a troca pelo PSD, partido do prefeito Marquinhos Trad.

Assim, Graziela já fez um ato da filiação, sem muito alarde, que foi publicado pela deputada em sua rede social, ao lado do presidente regional do PSD, Antônio Lacerda e do prefeito da Capital. Contudo, Londres ainda continua no PR ou não anunciou uma saída oficial.

Os deputados estaduais e federais têm até sexta-feira (6), para trocar de partido sem perder o mandato.

Outros

Na terça-feira (3), o deputado estadual e pré-candidato à reeleição Paulo Corrêa oficializou sua filiação ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Corrêa aceitou o convite do governador Reinaldo Azambuja após 17 anos no Partido da República (PR).

Após ter anunciado sua saída do PSDB, o deputado federal Elizeu Dionizio se filou ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), no último dia 27 de março.

Comentários

comentários