Tribunal de Justiça adia julgamento de recurso da Câmara para afastar Bernal

Foi adiado na tarde desta segunda-feira (20) o julgamento da permanência do prefeito Alcides Bernal à frente da Prefeitura de Campo Grande, na 1ª Câmara Cível do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) – desta vez, em função do pedido da desembargadora relatora do caso, Tânia Garcia de Freitas Borges, sob alegação de que o desembargador Divoncir Schreiner Maran está de férias.

Hoje seriam avaliados os embargos de declaração solicitados pela Câmara Municipal
Hoje seriam avaliados os embargos de declaração solicitados pela Câmara Municipal

Hoje seriam avaliados os embargos de declaração solicitados pela Câmara Municipal contra a decisão da 1ª Câmara Cível, que reconduziu Bernal ao cargo no dia 25 de agosto deste ano.

Segundo o TJ, o retorno de Maran das férias está previsto para o dia 1º de novembro. Assim, a expectativa é que o julgamento possa acontecer no dia 3, após o feriado de Finados. As sessões da 1ª Câmara Cível acontecem às terças-feiras.

O advogado do prefeito de Campo Grande, Wilton Acosta, lamentou que a matéria não tenha sido julgada nesta terça. “Estamos seguros de uma decisão favorável para nós”, afirmou.

Comentários

comentários