Tribos de MS participam da 1ª edição dos Jogos Mundiais Indígenas

(Foto: Divulgação)
Fotos: Divulgação

Duas delegações das tribos terena e guarani kaiowá  representam Mato Grosso do Sul na primeira edição dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas (JMPI). O evento que tem inicio amanhã(23) e segue até dia 1º de novembro, acontece em Palmas, no Tocantins, e terá a participação de mais de dois mil atletas de 30 países. A participação nos Jogos tem o apoio do Governo do Estado por meio da Subsecretaria de Assuntos Indígenas e da Fundação para o  Desporto e Lazer de MS (Fundesporte).

De acordo com a subsecretária de Assuntos Indígenas de Mato Grosso do Sul, Silvana Terena, as delegações participarão das modalidades de jogos tradicionais de cada cultura, como lançamento de flecha, arco e flecha, corrida com tora, arremesso, cabo de guerra, canoagem e lançamento de dardo, e ainda dos jogos tradicionais, que também fazem parte da programação do evento.

indios-jogos1

Para Silvana a participação das duas maiores etnias de Mato Grosso do Sul no evento representa além da oportunidade de interação com outras etnias, um estímulo à prática de esportes, a continuidade e a disseminação dos esportes tradicionais do povo indígena. “Queremos incentivar cada vez mais esses jovens e sei que com a parceria da Fundesporte conseguiremos nosso objetivo. Nossa intenção é realizar a próxima edição dos Jogos Nacionais aqui no Estado e vamos trabalhar firme para isso”, destacou a subsecretária.

Os Jogos

indios-jogos3O evento contará com 13 dias de programação, sendo os três primeiros dias destinados a uma excursão das etnias pelos pontos turísticos de Palmas. Com o tema “Somos todos indígenas”, o evento terá além das etnias das América, povos da Nova Zelândia, Congo, Mongólia, Rússia e Filipinas. Do Brasil participam 24 etnias.

Boa parte do evento é composta por esportes indígenas, que se dividem em jogos tradicionais demonstrativos ou jogos nativos de integração. Outra parcela do evento é composta por esportes ocidentais competitivos, que também tem a característica de unificação das etnias e povos indígenas.

Paralelamente às atividades esportivas, ocorrerá um número imenso de atividades culturais, antes e durante a realização dos JMPI.  Estas atividades culturais serão lideradas pelos povos indígenas do mundo e celebrarão a diversidade, a cultura nativa e as tradições do Tocantins e do mundo.

jogos-local

Para a realização do evento foi criada a Secretaria Municipal de Extraordinária dos Jogos Indígenas e construída a Vila dos Jogos, próxima ao estádio Nilton Santos, tradicional na Capital.

A Vila além de abrigar os indígenas conta com ocas especiais e espaço para a demonstração de produtos, comercialização e até mesmo troca de sementes entre as etnias. A Arena Green, espaço onde acontece os jogos, tem capacidade para receber até 10 mil pessoas ao ar livre.

Fundação de Cultura de MS.

Comentários

comentários