Três PMs e mais sete homens são presos ao expulsar capataz de fazenda

Dez homens entre eles três policiais militares, foram presos na tarde da sexta-feira (19), em ocorrência decorrente de suposta invasão em uma fazenda na Estrada Parque, em Corumbá, 444 quilômetros a oeste de Campo Grande. Os PMs seriam lotados no BPChoque (Batalhão de Choque da Polícia Militar).

20capataz

Segundo informações do registro policial, o atual dono da fazenda, identificado como Marco Antônio Caruso Silva, 52 anos, chegou acompanhado com o restante dos envolvidos, em três veículos: uma caminhonete L-200, uma Frontier e uma Tiguan. Por meio de ameaças, Marco exigiu os celulares do capataz Julio Mariano Neto de 42 anos e de sua esposa Maria de Fátima Siqueira Marques, 44 anos e exigiu a saída da propriedade.

De acordo com o capataz, os militares não o ameaçaram, mas estavam com suas pistolas na cintura. Segundo a vítima, os militares chegaram a disparar tiros durante a noite.

A vítima saiu da propriedade e foi até a Delegacia de Corumbá para denunciar a ação do grupo. A polícia se dirigiu até a Fazenda Bela Vista, que foi recebida por Marco Antonio, que também apresentou os três PMs.

Os autores foram reconhecidos por Julio e em seguida presos. Os militares da PM tiveram suas pistolas .40 apreendidas. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Corumbá, como esbulho possessório. Se condenados, os envolvidos responderão por ameaça, disparo de arma de fogo, furto, porte ilegal de armas de fogo de uso permitido, sequestro e cárcere privado.

Comentários

comentários