TRE-MS realiza sorteio das urnas que serão auditadas nas Eleições 2018

No Estado, serão sorteadas 6 urnas, sendo 3 para auditoria de funcionamento em condições normais de uso (votação paralela) e outras 3 para a auditoria de verificação da autenticidade e integridade dos sistemas (tempo real).

Neste sábado (6/10), às 9h, no plenário do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), será realizado o sorteio das urnas que serão utilizadas na auditoria de funcionamento das urnas eletrônicas.

No Estado, serão sorteadas 6 urnas, sendo 3 para auditoria de funcionamento em condições normais de uso (votação paralela) e outras 3 para a auditoria de verificação da autenticidade e integridade dos sistemas (tempo real).

Para a Votação Paralela são sorteadas 03 urnas, sendo pelo menos 01 da capital. Tais equipamentos, que estão com carga de votação oficial e seriam utilizadas nas eleições de domingo, são retirados do local de votação sendo substituídas por outros, os quais serão carregados com os dados oficiais das urnas sorteadas.

O procedimento de Votação Paralela ocorre no domingo (7), mesmo dia e horário oficial da votação, sendo acompanhado por representantes de partidos políticos, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MS), do Ministério Público, além de empresa de auditoria externa. Cédulas preenchidas previamente pelos partidos políticos e estudantes são digitalizadas em um sistema auxiliar e, após, esses votos são digitados na urna eletrônica.

Depois, é feita a comparação do resultado da votação no sistema paralelo com o resultado registrado no boletim de urna. O objetivo é mostrar que a soma de votos dos candidatos encontradas na urna eletrônica corresponde ao resultado esperado. Todo o procedimento é filmado.

Já a auditoria em tempo real, que será realizada em urnas de Campo Grande, é feita na própria seção eleitoral, conduzida pelo juiz eleitoral e com a participação dos partidos políticos, Ministério Público, OAB e demais presentes. Antes da impressão da zerésima, é feito o procedimento para verificar a integridade dos sistemas instalados e então a urna é liberada para votação.

As auditorias são adotadas pela Justiça Eleitoral como forma de confirmar a segurança da urna eletrônica.

Apoio da PM

O TRE-MS contará com o apoio da Polícia Militar, no transporte com helicóptero, da urna do interior do Estado que será sorteada, para a Capital.

Comentários