Travesti é morta a tiro após sair de “paquera” com casal

Um travesti identificada como Wilian de Souza Canteiro, 20 anos, conhecido como Valentina, foi morto com um tiro no pescoço na madrugada desta segunda-feira (19), em Ponta Porã.

Segundo o site Ponta Porã Digital, a vítima estava com um grupo de amigos em um local conhecido como “Paquera”, quando deixou o local com um homem que não foi identificado.

6d0471d7ce

Algum tempo depois, Wilian foi encontrado agonizando na calçada de uma casa com um tiro no pescoço na rua Coronel Aurélio Amaral com José Bataglin, no bairro Universitário.

O socorro foi acionado, mas quando chegaram ao local a vítima já estava sem vida.

A polícia investiga o caso.

Comentários

comentários