Trad retorna hoje a Brasília, após agenda cair em dia que quase todo Governo caiu

Lúcio Borges

Após cair agenda na semana passada, em meio ao turbilhão politico do escândalo da JBS, o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, retorna hoje (24) a Brasília (DF), para se reunir com o ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), que na última quinta-feira, diante a crise que envolve o presidente Michel Temer, até havia anunciado a entrega do cargo, mas que não foi efetivado, pois no dia seguinte, se definiu a continuidade de apoio ao governo, após seu partido se reunir e se posicionar parar manter a governabilidade. O chefe do Executivo municipal divulgou que a pauta é a mesma, onde pretende conversar sobre o projeto de habitações sociais e também sobre a obra da Avenida Ernesto Geisel.

Esta é a segunda vez que Marquinhos vai a Capital Federal para conversar com o ministro sobre os projetos de habitação. O governador Reinaldo Azambuja, que está as voltas com a denuncia envolvendo seu nome também pelo caso da delação do dono da JBS, Joesley Batista, foi com o prefeito para Brasília na semana passada, mas desta vez não irá. O governador mantém agenda interna em Mato Grosso do Sul nesta quarta-feira, segundo a assessoria de imprensa.

Além de ir a Brasília, o administrador da Capital também deve ir a São Paulo por conta de um motivo particular. Marquinhos não deu detalhes das agendas.

Na quinta-feira (18), Trad esteve em Brasília, mas por conta da crise política com a delação de Joesley Batista, o encontro foi cancelado. O ministro, como mencionamos chegou a dizer que iria sair do cargo, mas voltou atrás e continuou no comando da pasta, pois os tucanos se mantiveram no Governo Federal ante também as denuncias com provas, que sairão no mesmo dia, contra o senador Aécio Neves. O parlamentar foi afastado do cargo pelo STF, podendo ainda ser preso, e, pressionado pelo partido, teve que deixar a presidência nacional da legenda.

Comentários