Tornado atinge Marechal Cândido Rondon, no Paraná

Um tornado atingiu na tarde desta quinta-feira (19) parte da cidade de Marechal Cândido Rondon, a oeste do Paraná, interditando estradas, derrubando centenas de árvores e postes de luz. Conforme levantamento das autoridades locais, cerca de 1.500 casas foram atingidas, além de 200 empresas e áreas públicas. A Companhia Paranaense de Energia (Copel) informou que 14 mil imóveis ficaram sem energia por causa de danos na rede elétrica. De acordo com o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), o tornado provocou ventos de 115Km/h a 125 Km/h.

tornado

Logo após o ocorrido, por volta das 16h, equipes da prefeitura e do Corpo de Bombeiros começaram a desobstruir as estradas e ajudar as pessoas que tiveram suas residências afetadas. O helicóptero do Samu também esteve na cidade para auxiliar no socorro às vítimas. Segundo a prefeitura, até o momento 20 pessoas passaram pela Unidade de Saúde 24 Horas, sendo que apenas uma teve ferimentos mais grave e foi transferida para um hospital do município, mas passa bem.

No início da noite de ontem, o prefeito da cidade, Moacir Froehlich, convocou uma reunião emergencial com representantes das secretarias municipais, associação comercial, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Copel (companhia de energia do estado). Eles fizeram uma avaliação dos estragos e começaram a traçar estratégias de trabalho para colaborar com as pessoas que foram atingidas, e dar condições de melhor tráfego na cidade.

O Corpo de Bombeiros, além de fornecer lona e outros materiais, pediu mais reforço de efetivo e também mais uma ambulância, segundo a prefeitura. O parque de exposições da cidade foi colocado à disposição para receber pessoas desabrigadas.A prefeitura se comprometeu a fornecer alojamento e alimentação, caso necessário.

As ruas foram todas desobstruídas, sendo que as árvores foram empurradas paras as laterais. As equipes pararam com as atividades tendo em vista que a chuva voltou a cair. Logo no início da manhã, os trabalhos foram retomados.

O Batalhão de Polícia de Fronteira e a Polícia Militar redirecionaram todas as equipes para Marechal Cândido Rondon, colocando todo o seu efetivo durante a noite para evitar possíveis furtos, tendo em vista que parte do município está sem energia elétrica.

Agência Brasil

Comentários

comentários