Tomar ‘café da manhã duplo’ pode ajudar no emagrecimento

Emagrecer ou “perder dois quilinhos” está sempre prometido para a virada do ano, para o próximo verão ou para aquela segunda-feira, que nunca vem. Um dos erros, mais frequentes, que as pessoas cometem ao começar uma dieta é cortar refeições ou ficar em jejum por longos períodos. Um estudo da Universidade de Connecticut, divulgado no “Daily Mail”, afirma que comer duas refeições no café da manhã é bom para a saúde e ajuda no emagrecimento.

Brunch do Lajedo Foto: Eduardo Almeida / Photographer
Brunch do Lajedo Foto: Eduardo Almeida / Photographer

A pesquisa foi feita com 600 pessoas durante dois anos. A recomendação dos pesquisadores é uma porção pequena para “acordar” o metabolismo (Veja no quadro abaixo alguns exemplos do que pode ser ingerido). A segunda etapa do café da manhã deve ser rica em proteína, de acordo com o estudo. A nutricionista Camila Monteiro Ferraiuolo reforça que comer duas refeições logo no café da manhã pode ajudar a acelerar a queima de gordura do organismo. Para ela, o jejum prolongado funciona como um “sabotador” no emagrecimento.

— Os dois cafés da manhã podem, sim, ajudar no emagrecimento. Afinal, nosso organismo, mesmo quando estamos dormindo, continua trabalhando. Quando acordamos, o metabolismo está lento. A primeira refeição vai acelerar o metabolismo e a segunda vai manter o ritmo e garantir a saciedade. Controlando quantidade e qualidade dos alimentos é possível emagrecer.

Fernanda Faustino Ribeiro é nutricionista lembra também que “pular” o café da manhã nunca deve ser uma opção. A atitude pode ser prejudicial à saúde.

— Os jejuns prolongados podem causar sonolência, hipoglicemia e, claro, aumento da fome. Daí o perigo de engordar. O metabolismo fica mais lento, promovendo um acúmulo de gordura, além de perda de massa magra (músculo). Mas, não recomendo dois cafés da manhã porque pode haver ganho de peso. (EXTRA)

 

Comentários

comentários