Terremoto no EUA provocou rachadura que pode ser vista do espaço

Portal G1

Terremoto na Califórnia provocou rachadura que pode ser vista do espaço — Foto: Reprodução/TV Globo
Terremoto na Califórnia provocou rachadura que pode ser vista do espaço — Foto: Reprodução/TV Globo

O terremoto que atingiu a Califórnia, nos Estados Unidos, na sexta-feira (5), provocou o aparecimento de uma rachadura que pode ser vista do espaço. O tremor de magnitude 7.1, o segundo a atingir o estado em 48 horas, foi considerado o mais forte sentido na região nos últimos 20 anos.

O tremor danificou edifícios, rompeu um gasoduto e provocou incêndios. No dia seguinte, ficou claro que a topografia da região também tinha sido abalada. Uma empresa que faz imagens de satélite divulgou registros da fissura que se abriu no sul do estado, perto do epicentro do terremoto, que foi registrado a 17 km de Ridgecrest.

Tremor

Várias pessoas ficaram feridas, de acordo com a CNN. A polícia investiga uma morte que teria sido provocada pelo tremor que ocorreu às 20h33 no horário local (0h33 deste sábado, no Brasil).

O epicentro foi na cidade de Ridgecrest, que tem 30 mil habitantes e fica a 250 km de Los Angeles. O terremoto foi sentido em Los Angeles, Phoenix, Las Vegas e Reno. Autoridades ficaram em alerta para possíveis réplicas.

Terremoto gera rachadura na Califórnia que pode ser vista do espaço

Terremoto gera rachadura na Califórnia que pode ser vista do espaço

Visitante tira foto de cratera na região da cidade de Ridgecrest, que se abriu após terremoto que atingiu a Califórnia na sexta-feira (5)  — Foto: Marcio Jose Sanchez/ AP

Visitante tira foto de cratera na região da cidade de Ridgecrest, que se abriu após terremoto que atingiu a Califórnia na sexta-feira (5) — Foto: Marcio Jose Sanchez/ AP

 — Foto: Rodrigo Sanches/ G1

— Foto: Rodrigo Sanches/ G1

O abalo provocou deslizamentos de terra, rachaduras em fundações e destruiu muros. Canalizações de água e esgoto também foram rompidas. Após o tremor, ainda foram registrados incêndios provocados por vazamentos de gás, de acordo com o Corpo de Bombeiros do condado de San Bernardino.

Cerca de 3 mil moradores em Ridgecrest e nas áreas vizinhas estão sem energia, gás e sem sistema de comunicação.

O governador da Califórnia, Gavin Newsom, pediu auxílio federal e declarou estado de emergência para o condado de San Bernardino. A mesma medida já havia sido tomada após o sismo de magnitude 6.4 que atingiu a cidade na quinta-feira (4).

Garrafas quebradas ficaram espalhadas pelo chão após um terremoto de magnitude 7,1 que atingiu Ridgecrest, na Califórnia, nos EUA — Foto:  Mario Tama / Getty Images / AFP

Garrafas quebradas ficaram espalhadas pelo chão após um terremoto de magnitude 7,1 que atingiu Ridgecrest, na Califórnia, nos EUA — Foto: Mario Tama / Getty Images / AFP

‘The Big One’

A Califórnia é o estado mais populoso dos Estados Unidos, com quase 40 milhões de habitantes, e fica na região conhecida como Anel de Fogo do Pacífico, onde terremotos e erupções vulcânicas são mais frequentes devido aos encontros das placas tectônicas. Desde quinta, 2,3 mil tremores atingiram o sul da Califórnia, de acordo com a USGS.

Os tremores da última semana fazem ressurgir o fantasma do “The Big One” (O Grande), um grande terremoto potencialmente devastador que pode atingir em algum momento o oeste americano.

Comentários