Terceiro suspeito de matar caseiro em Dourados é preso no Paraná

Um dos suspeitos de integrar quadrilha acusada de matar um caseiro em Dourados na madrugada de ontem (14), foi preso em Nova Esperança, no Paraná, na noite passada.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Segundo informações do Dourados Agora, Evandro Medeiros dos Santos está sendo investigado por suposta participação na ação que culminou com uma varredura numa reserva legal numa fazenda localizada a 13 metros da rodovia BR-163, entre Juti e Caarapó.

Para a polícia, a participação dele seria, possivelmente, como suporte à ação dos assaltantes. Até agora, três membros da quadrilha foram presos e dois continuam foragidos.

A atuação policial mobilizou cerca de 100 homens da Polícia Federal de Dourados, Navirai e Dourados, Polícia Rodoviária Federal, 3º Batalhão da Polícia Militar de Dourados, PM de Juti, Caarapó e Fátima do Sul. Helicóptero da PRF fazia o patrulhamento aéreo.

Foto: Cido Costa/ Dourados Agora
Foto: Cido Costa/ Dourados Agora

De acordo com a polícia, Evandro escapou do cerco, contratou uma mototaxista em Dourados para uma corrida até o Paraná, onde acabou sendo preso.

Ainda segundo informações do Dourados Agora, a dupla que invadiu duas fazendas, atirou em um e matou outro homem, vinha de São Paulo com uma S-10 roubada, quando foi abordada pela Polícia Rodoviária Federal que havia recebido um alerta acerca do caso. A dupla, que pretendia chegar à fronteira, fugiu e abandonou o veículo na região da Eletrosul, em Dourados, após trocar tiros com um policial rodoviário que ficou ferido de raspão.

De acordo com a polícia, a dupla invadiu a primeira fazenda onde atiraram em José Ricardo, que está hospitalizado. Eles pretendiam conseguir outro veículo para deixar a região. Como não conseguiram, foram à estância, onde mataram Josias Leiva.

Comentários

comentários