Temer escolhe senador Aloysio Nunes para Itamaraty

O senador Aloysio Nunes Ferreira (Foto: Alan Marques/Folhapress)

O presidente Michel Temer escolheu na tarde desta quinta-feira (2) o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) para o Ministério das Relações Exteriores. Até o último dia 22, a pasta era comandada pelo senador José Serra (PSDB-SP), que pediu demissão alegando problemas de saúde.

O tucano esteve em reunião com Temer no Palácio do Planalto na tarde desta quinta. O nome do senador já era ventilado desde que Serra deixou a pasta. Um dia após o tucano entregar sua carta de demissão, o líder do governo no Senado desconversou sobre um possível convite do presidente. “Só por que eu falo francês?”, brincou Aloysio, que morou durante 11 anos na França, na época da ditadura militar.

Aloysio Nunes foi citado em delação premiada do empresário Ricardo Pessoa, dono da UTC Engenharia, no âmbito da Operação Lava Jato. Segundo Pessoa, ele e Aloizio Mercadante, ex-ministro da Educação, receberam valores em espécie e caixa dois para campanhas eleitorais. Em setembro de 2015, o ministro Celso de Mello autorizou abertura de inquérito sobre o caso, que está sob sigilo.

Ainda na semana passada, o senador já havia negado a sondagem do presidente. “Não teve sondagem, nem haverá, podem ficar tranquilos. Gosto do trabalho que estou fazendo. Sou parlamentar por excelência”, afirmou. Com a ida para o Ministério das Relações Exteriores, o tucano terá de desistir da disputa pela reeleição no Senado, em 2018, ou então sair do cargo, apenas um ano após assumir a pasta, para concorrer. (VEJA)

Comentários