Temer diz que vitória de Trump não muda relação do Brasil com os EUA

O presidente Michel Temer afirmou nesta terça-feira, após a vitória do republicano Donald Trump na eleição presidencial norte-americana, ter certeza que “não muda nada” na relação Brasil-EUA.

“A relação do Brasil com os Estados Unidos, assim como com os demais países, é institucional”, afirmou Temer em entrevista à rádio Itatiaia. “Estou mandando cumprimentá-lo pela eleição, tenho certeza que não muda nada na relação Brasil e EUA.”

O presidente afirmou, ainda, que os Estados Unidos tem uma “democracia sólida” e que “as coisas irão muito bem”.

“Evidentemente quando alguém assume o poder, seja aqui ou nos Estados Unidos, especialmente nos Estados Unidos, onde as instituições são fortíssimas, é claro que o novo presidente que assume terá que levar em conta as aspirações de todo o povo norte-americano. Eu tenho certeza que lá as coisas irão muito bem”, disse.

O governo brasileiro não escondia uma preferência pela candidatura democrata de Hillary Clinton, já que considera Trump “imprevisível”. No entanto, assessores presidenciais disseram á Reuters que Temer gostou do discurso mais equilibrado de Trump depois da vitória e acredita que a relação será “institucional”.

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, afirmou que “não vê consequências, para melhor ou para pior”, em relação ao Brasil.

“A aliança entre o povo brasileiro e o povo americano já é histórica, nós temos uma grande parceria comercial, temos uma grande parceria na troca de turistas. Isso não vai mudar”, afirmou ao sair de evento na Fundação Ulisses Guimarães.

Comentários

comentários