Temer diz que “Brasil está se distensionando” após eleição na Câmara

Presidente em exercício Michel Temer (Foto: G1)
Presidente em exercício Michel Temer (Foto: G1)

Ao comentar o resultado da eleição para presidente da Câmara dos Deputados, vencida por Rodrigo Maia (DEM-RJ), o presidente interino Michel Temer disse hoje (14) que o Brasil está se “distensionando”. Maia foi eleito no início da madrugada desta quinta-feira com 285 votos para comandar a Casa até fevereiro do ano que vem. Ele disputou o segundo turno contra Rogério Rosso (PSD-DF), que teve 170 votos.

“Ontem, o que assistimos nos vários discursos, porque eram muitos candidatos, era a pregação de uma harmonia interna, de uma distensão. E até interessante, no último ato quando se deu o segundo turno, os dois candidatos [Maia e Rosso], antes mesmo da eleição, se abraçaram para revelar a distensão indispensável para os bons trabalhos legislativos. Naquele momento, eu senti que o Brasil está se distensionando”, disse Temer, em pronunciamento após solenidade no Palácio do Planalto.

Está marcada reunião entre Temer e Rodrigo Maia no Palácio do Planalto às 12h de hoje.

Segundo o presidente interino, se o Brasil distensionar o Poder Executivo, “a Câmara dos Deputados e o Senado Federal se distensionam e nós teremos uma harmonia muito maior, que será útil para o Executivo”.

Para Temer, o governo precisa ter “um apoio substancioso do Legislativo”. “Se você tem um Legislativo em oposição ao Executivo, fica difícil governar. Os candidatos eram praticamente todos da base. Foi uma disputa competente e adequada que teve o resultado que a Câmara dos Deputados desejou, com a harmonia de todos”, ressaltou.

O presidente interino ainda destacou ter ficado “felicíssimo com a conduta cívica da Câmara dos Deputados” e afirmou ter acompanhado a votação “com muito cuidado e com muito interesse”. (Com  Agência Brasil)

Comentários

comentários