Teatral apresentará famosa ‘Ópera do Malandro’ em vários espetáculos gratuitos na Capital

Lúcio Borges

Foto: Luiz Felipe Jara

O espetáculo teatral “Ópera do Malandro”, é uma peça antiga, escrita por Chico Buarque, que retrata um Brasil de 1940 que ainda hoje se faz presente. De forma leve e cômica, com personagens marcantes, a representação fala de um cotidiano que parece de nossa atual realidade, que em Campo Grande, será encenada pelo grupo de teatro ‘Fulano Di Tal’. O teatral que já apresentou sua montagem da “Ópera” no mês passado, até no Festival ‘Boca de Cena’, em comemoração ao Dia Internacional do Teatro, abriu nova temporada neste mês para celebrar seus 15 anos no palco.

O grupo fazendo aniversário, dará um ‘presente’ aos apreciadores do teatro, apresentando ao público campo-grandense sua versão do espetáculo e fazendo sessões gratuitas em todos os fins de semana deste mês de abril. Nesta semana as apresentações ocorrem da sexta-feira (20) a domingo (22), sempre a partir das 19h30, no espaço TGR – Teatral Grupo de Risco – no centro da Capital.

O grupo lembra que estão ‘devolvendo’ ou agraciando a população com a gratuidade, pois projeto para montagem desta peça, foi contemplado no edital do Fomteatro/2017 (Programa Municipal de Fomento ao Teatro), da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo – SECTUR, promovido pela Prefeitura. O palco recebe a apresentação dos atores Andressa Zonta Bussolaro, Edner Gustavo, Gabriela Coniutti, Lydiane Coimbra, Manolo Schittcowisck, Samir Henrique, Vini Ferreira e Yuri Tavares.

Conforme Marcelo Leite, um dos diretores do grupo, apesar de ter sido escrita por Chico Buarque de Holanda em 1978, “Ópera do Malandro” traz um enredo atual, colocando em debate temas que ainda fazem parte de um Brasil conhecido pela maioria dos brasileiros. Contudo, com alguma adaptação, o ‘Fulano Di Tal’ leva ao palco uma versão contemporânea da peça.

Foto: Luiz Felipe Jara

 “Chico escreveu esta obra em 1970, mas para fugir da ditadura, ele descreveu que a peça se passava nos anos 40. O trabalho retrata um Brasil daquela década, mas que ainda hoje se faz muito presente. No espetáculo debatemos questões atuais como pirataria, malandragem, questões trabalhistas, prostituição, o famoso ‘jeitinho brasileiro’, entre outros. Enfim, falamos sobre política, comércio e educação, tratando destes temas de uma forma leve e bem-humorada”, conta Leite.

Apresentação musical Ao Vivo

Foto: Helton Peres

Todas as músicas que compõem a peça são de autoria de Chico Buarque que, por sua genialidade, consegue harmonizá-las perfeitamente com o texto. “Na versão do Fulano Di Tal, não há nenhum instrumento ao fundo ou sequer uma trilha sonora base, as canções são cantadas Acappella pelos atores”, ressalta  diretor.

Serviço: Nesta semana as apresentações ocorrem sexta (20), sábado (21) e domingo (22), às 19h30, no espaço TgR, que fica  na Rua José Antônio, 2170, centro, passando duas quadras da Avenida Mato Grosso. * Referencia – é rua lateral / atrás da Universidade da região.

A entrada é gratuita, porem como o espaço não é grande, os ingressos são limitados e são distribuídos sempre 1 hora antes de cada sessão.

Mais informações pelo Facebook www.facebook.com/fulanociadeteatro/, Instagram https://www.instagram.com/fulanodital/ ou pelo telefone (67) 9 9202-0449.

Comentários