TCE suspende aumento da passagem de ônibus na Capital

O reajuste da tarifa de ônibus decretado nesta sexta-feira (2) pela prefeitura de Campo Grande foi suspenso pelo Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul (TCE-MS). O órgão questiona a metodologia usada para justificar o reajuste e estipulou prazo de cinco dias para que a prefeitura envie documentação e esclarecimentos mostrando índices e variáveis que considerou para o aumento.

Prefeitura disse que setor jurídico vai analisar medidas (Foto: Reprodução/ TV Morena)
Prefeitura disse que setor jurídico vai analisar medidas (Foto: Reprodução/ TV Morena)

A assessoria de imprensa da prefeitura informou que recebeu a notificação do TCE já no fim do expediente e que vai notificar o consórcio Guaicurus. Ainda segundo o Executivo municipal, na segunda-feira (5) o setor jurídico fará análise das medidas a serem tomadas.

Não há informações se o valor de R$ 3,53 será cobrado na segunda-feira, como havia sido anunciado pela prefeitura, ou se o valor atual de R$ 3,25 continuará valendo.

O decreto de suspensão imediata do aumento da passagem foi publicado na edição suplementar do Diário Oficial Eletrônico do TCE de hoje e estabelece prazo e multa de R$ 43.902 em caso de descumprimento.

Comentários